logo

15/8/2022 16:20

Os melhores defensores da história do Cruzeiro Esporte Clube

Os melhores defensores da história do Cruzeiro Esporte Clube

O Brasil tem uma longa tradição de defensores fortes. Nas fileiras do Cruzeiro Esporte Clube, temos visto, melhores clubes de futebol brasileiros, defensores centrais e full-backs conhecidos em todo o mundo como entre os mais fortes e mais sombrios quando se trata de repelir ataques adversários. Na Raposa, temos visto muitos defensores excelentes e fortes que também jogaram na Europa, aqui está uma lista dos melhores.

Da o Piazza ao Fontana, dois grandes zagueiros que vestiram a camisola do Cruzeiro na década de 1970
Os anos 70 para o Brasil representaram acima de tudo a vitória na Copa do Mundo no México, em 1970. A Seleção do Zagallo que venceu por 4-1 na final contra a Itália é muitas vezes lembrada apenas por Pelé, Carlos Alberto, Jairzinho, Tostão, Gérson e Rivelino, mas naquela equipe na defesa também havia dois pilares do Cruzeiro Esporte Clube.

O primeiro em particular foi Wilson Piazza, com 559 aparições, na
classificação e estatísticas dos jogadores foi o quarto jogador mais utilizado na história da Raposa, atrás apenas de Fábio Deivson Lopes Maciel (956), Zé Carlos (619) e Dirceu Lopes (601). Piazza jogou pelo Cruzeiro Esporte Clube durante 15 anos (1964-1979) e seus palmares incluem 10 títulos do Campeonato Mineiro, uma Taça Brasil e uma Copa Libertadores.

Em termos de prêmios pessoais, em 1972, ele também ganhou o 'Bola de Prata', prêmio dado pela revista Placar aos melhores 11 jogadores do campeonato brasileiro. Com a camisola da Seleção nacional, ele jogou 52 partidas, participando de todas as seis partidas do Brasil no México 1970.

Também nesse Brasil forte estava José de Anchieta Fontana, que jogou com o Cruzeiro Esporte Clube de 1969 a 1972, ganhando dois campeonatos. Com a seleção nacional ele contou seis partidas e o troféu da Copa do Mundo jogando ao lado de Brito, seu ex-colega do Vasco de Gama, na seleção nacional treinada por Mário Jorge Lobo Zagallo.

De Cris a Luisão até o Belletti: os mais fortes defensores recentes que jogaram pelo Cruzeiro Cristiano Marques Gomes teve várias temporadas no Cruzeiro Esporte Clube, no meio de uma breve experiência no futebol europeu. Conhecido como Cris, jogou na Raposa de 1999 a 2002 e depois na temporada 2003-2004. Sua estreia com a seleção brasileira aconteceu em 4 de novembro de 1999 contra os Estados Unidos, numa vitória clara de 4-0 para os Verde-orós, no total, ele colecionou 27 partidas com a Seleção.

Em 2000, ele ganhou o prêmio de melhor defensor central do Brasileirão. Na Europa, como já mencionamos, ele jogou com o Bayer Leverkusen na Bundesliga durante um ano e depois sentiu a saudade de seu país ao regressar ao Cruzeiro.

Um dos defensores mais fortes no início dos anos 2000 que jogou pelo Cruzeiro é sem dúvida Anderson Luis da Silva, conhecido como Luisão.

Ele desempenhou por três anos (2000-2003) na equipe de Cachoeirinha antes de ser comprado pelo Benfica, onde se tornou um dos pilares durante seus 15 anos à sombra do Estádio da Luz. Com os Águias ele ganhou 20 troféus, jogando 538 partidas - a segunda maior aparição na história do clube português. Com o Seleçao ele conta com 44 partidas e 3 gols marcados, participando também de duas Copas do Mundo e duas Copas América. Com o Cruzeiro em seus três anos de carreira, ele jogou 62 partidas e marcou 7 gols.

Juliano Haus Belletti, conhecido como Belletti, foi campeão mundial com o Brasil em 2002 em Yokohama, vencendo na final contra a Alemanha por 2-0. Além de ter sido jogador do Cruzeiro Esporte Clube por dois anos a partir de 1994, ele teve uma carreira gloriosa entre Villarreal, Barcelona e Chelsea. Seu principal papel foi como lateral-direito, embora muitas vezes
tenha atuado como defensor central em sua carreira. O ponto alto de sua carreira foi o gol decisivo na final da Copa Européia 2005-2006 contra o Arsenal, que fixou o placar em 2-1 para o Blaugrana. Belletti conta com 23 partidas com a Seleção, um gol e um infeliz gol contra na Copa América em 2001.

Maicon Douglas, um dos mais fortes full-backs de
todos os tempos: desde seus começos com Raposa
até seus sucessos com Inter e Roma
O lateral mais forte da história do Cruzeiro Esporte Clube foi Maicon Douglas, bem no fundo, entre os laterais-direitos mais fortes da história do futebol hoje e não apenas do clube brasileiro. O ápice de sua carreira foi alcançado durante sua passagem pela liga italiana na Série A, com duas equipes: a Inter de José Mourinho e a Roma.

Seus pais teriam gostado de chamá-lo Michael Douglas Sisenando, em homenagem ao ator americano Michael Douglas.
Curiosidade: seu irmão só se chama Marlon porque o cartório recusou o desejo de seus pais de registrá-lo como Marlon Brando.

Maicon era conhecido por receber um cartão amarelo no penúltimo jogo antes das férias de Natal, a fim de antecipar suas férias no Brasil. O Special One diz que em 2008 ele ordenou que não fosse desqualificado, caso contrário ele teria cancelado suas férias. Somente se marcasse dois gols ele teria permissão para sair - e receber um cartão amarelo ! Bem, naquele dia Maicon marcou dois gols e tirou sua camisola para ganhar uma semana de férias, o resto é história.

Conclusões
Foram muitos os campeões que passaram pela história do Cruzeiro Esporte Clube, não apenas atacantes e jogadores que encantaram o público, torcedores que estiveram no estádio para apoiar sua equipe favorita.

Houve defensores importantes neste clube que marcaram as várias épocas, desde os anos 70 com Piazza e Fontana - até os anos mais recentes com Belletti, Luisão e Cris. Agora na região de Cachoeirinha, no Rio Grande do Sul, eles estão esperando pelo próximo fenômeno em defesa, alguém que possa repetir as façanhas do grande flanqueador direito Maicon Douglas.

426 visitas - Fonte: cruzeiroweb




Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Mineiro

Dom - 18:00 - Mineirão - Globo,Sportv
Atlético MG
Cruzeiro

Último jogo - Brasileiro

Qui - 19:15 - Arena do Grêmio
Grêmio
2 0
Cruzeiro
Untitled Document
Classificação
1 Flamengo
2 Internacional
3 Atletico-MG
4 São Paulo
5 Fluminense
6 Grêmio
7 Palmeiras
8 Santos
9 Atletico Paranaense
10 Bragantino
11 Ceará
12 Corinthians
13 Atletico Goianiense
14 Bahia
15 Sport Recife
16 Fortaleza EC
17 Vasco Da Gama
18 Goiás
19 Coritiba
20 Botafogo
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
71 38 21 8 9 68 48 20 VEVVD
70 38 20 10 8 61 35 26 EDVDE
68 38 20 8 10 64 45 19 DEEVV
66 38 18 12 8 59 41 18 EVEDV
64 38 18 10 10 55 42 13 VEVEV
59 38 14 17 7 53 40 13 EVDVD
58 38 15 13 10 51 37 14 VDEED
54 38 14 12 12 52 51 1 EVVED
53 38 15 8 15 38 36 2 EEVDV
53 38 13 14 11 50 40 10 VEEEV
52 38 14 10 14 54 51 3 DEDVV
51 38 13 12 13 45 45 0 EDDEE
50 38 12 14 12 40 45 -5 DEDEV
44 38 12 8 18 48 59 -11 DEEVV
42 38 12 6 20 31 50 -19 VVEDD
41 38 10 11 17 34 44 -10 VVDDD
41 38 10 11 17 37 56 -19 DDDEV
37 38 9 10 19 41 63 -22 VEVED
31 38 7 10 21 31 54 -23 DDVDD
27 38 5 12 21 32 62 -30 DDDVD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota