logo

27/4/2022 14:02

Análise: Cruzeiro segue longe do brilho, mas vitória premia inquietude de Pezzolano por ajustes

Análise: Cruzeiro segue longe do brilho, mas vitória premia inquietude de Pezzolano por ajustes

O torcedor do Cruzeiro sofreu, mas conseguiu soltar mais um grito e comemorar três pontos como mandante nesta Série B. Vitória suada, por 1 a 0, contra o Londrina, e dever cumprido. Pelo resultado, não pela apresentação como um todo.



O Cruzeiro entrou com esquema diferente. Pezzolano abriu mão de Rômulo, após atuações ruins, para atuar com três zagueiros. A ideia central era ter mais gente no campo ofensivo, diante de um Londrina que certamente jogaria fechado. Depois de não jogar bem contra adversários retrancados, o uruguaio fez o que se espera de um treinador: mudou para tentar melhorar.


A ideia faz sentido e deu um bom resultado inicial. Com a bola, Rafael Santos era praticamente um ponta pela esquerda, os volantes tinham liberdade e os zagueiros – principalmente Brock e Zé Ivaldo, que jogavam abertos – muitas vezes foram praticamente laterais. O Cruzeiro ocupou o campo adversário e empurrou o Londrina para trás (veja na imagem abaixo).



Os primeiros 20 minutos ofereceram ao torcedor um time com fome para roubar a bola, sem deixar o adversário passar do meio sequer em contra-ataques (que tinham assustado em jogos recentes). Quando estava com a posse, trocava passes, virava o jogo e via os homens de frente oferecerem alternativas de movimentação, principalmente nas figuras de Luvannor e Leonardo Pais.

Ainda que pecasse no acabamento das jogadas, foi um time legal de se ver jogar, e que dava a sensação de que, se continuasse daquela forma, tornaria o gol uma questão de tempo.

Mas o gol não saiu, e a ansiedade pareceu tomar conta do time. A paciência deu lugar à afobação. O que era criação, começou a virar bolas rifadas e lançamentos quase desesperados em busca de Rodolfo (de atuação ruim) ou dos homens de lado.

Não tinha como dar certo. O Londrina foi ganhando campo, ocupou o meio aos poucos e encerrou a etapa inicial mais organizado, ainda que assustando pouco.

O segundo tempo iniciou com Luvannor de centroavante e com Daniel Junior dando movimentação como meia central, função em que o garoto chamou mais atenção nas categorias de base. Ele fez o time melhorar novamente, aproximando dos extremos, tabelando e oferecendo companhia a Luvannor.

O Cruzeiro seguia pecando no acabamento dos lances, mas voltou a ter controle do jogo e a rondar mais a área do Londrina. Levou susto com gol anotado por Douglas Coutinho e anulado com auxílio do árbitro de vídeo. O que era uma ducha d’água fria incendiou as arquibancadas e deu um "estalo" nos jogadores.

Pezzolano abriu mão dos três zagueiros, colocou Edu junto de Luvannor e o meia Leonardo Pais para ser lateral-direito. E o gol saiu logo na sequência, em lance que coroa o trabalho do dia a dia com os pedidos insistentes de marcação sobre a defesa adversária.

O time venceu sem convencer pela qualidade, mas convencendo pela entrega e pelas ideias de jogo da comissão técnica. Ainda que não passe segurança e que esteja sofrendo para balançar as redes, o Cruzeiro vence porque tem alguns aspectos inegociáveis em seu jogo. Falta constância dentro dos jogos, é verdade.

Em relação ao campo, o que fica de mais positivo são as alterações de sistema. Pode-se questionar, sim, se deu certo ou não jogar com três zagueiros; se foi arriscado demais ter Pais como lateral em determinado momento.


Mas as alterações, em si, são positivas por mostrarem a inquietude de quem encabeça o trabalho em campo todos os dias. Em históricos recentes, a insistência em sistemas e peças foi preponderante para o insucesso que culminou em campanhas vexatórias do coletivo.



A chegada de peças como Zé Ivaldo, Luvannor e Pais dão mais material a Paulo Pezzolano para seguir em busca do estilo ideal de jogo - e também para mudar de acordo com os adversários. Três pontos conquistados pelo trabalho do dia a dia na Toca e pela sintonia com as arquibancadas.

321 visitas - Fonte: globoesporte






VEJA: Cruzeiro tem conversas em andamento com clube argentino por Lucas Romero


Nenhum comentário. Seja o primeiro a comentar!

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.

Próximo Jogo - Mineiro

Dom - 18:00 - Mineirão - Globo,Sportv
Atlético MG
Cruzeiro

Último jogo - Brasileiro

Qui - 19:15 - Arena do Grêmio
Grêmio
2 0
Cruzeiro
Untitled Document
Classificação
1 Flamengo
2 Internacional
3 Atletico-MG
4 São Paulo
5 Fluminense
6 Grêmio
7 Palmeiras
8 Santos
9 Atletico Paranaense
10 Bragantino
11 Ceará
12 Corinthians
13 Atletico Goianiense
14 Bahia
15 Sport Recife
16 Fortaleza EC
17 Vasco Da Gama
18 Goiás
19 Coritiba
20 Botafogo
P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
71 38 21 8 9 68 48 20 VEVVD
70 38 20 10 8 61 35 26 EDVDE
68 38 20 8 10 64 45 19 DEEVV
66 38 18 12 8 59 41 18 EVEDV
64 38 18 10 10 55 42 13 VEVEV
59 38 14 17 7 53 40 13 EVDVD
58 38 15 13 10 51 37 14 VDEED
54 38 14 12 12 52 51 1 EVVED
53 38 15 8 15 38 36 2 EEVDV
53 38 13 14 11 50 40 10 VEEEV
52 38 14 10 14 54 51 3 DEDVV
51 38 13 12 13 45 45 0 EDDEE
50 38 12 14 12 40 45 -5 DEDEV
44 38 12 8 18 48 59 -11 DEEVV
42 38 12 6 20 31 50 -19 VVEDD
41 38 10 11 17 34 44 -10 VVDDD
41 38 10 11 17 37 56 -19 DDDEV
37 38 9 10 19 41 63 -22 VEVED
31 38 7 10 21 31 54 -23 DDVDD
27 38 5 12 21 32 62 -30 DDDVD
Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
vitoria empate derrota